Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

JE SUIS CUZÃO

Tenho notado que tá super in, super na moda, criar alternativas para relaxar. Tudo fotografado, claro, porque a gente também precisa criar uma inveja potencial. No meio da onda, resolveu-se resgatar o tão celebrado Yoga - que, imagino, deve ser uma maravilha pelas fotos, Dalai Lama não faria melhor divulgação. Também, agora, há os livros de colorir para adultos, quase que uma Semana de 22 ressuscitada........... er, vemos muitos artistas por aí. Tão no direito, né? Que vou dizer eu? Eu, como sou um cérebro impressionável e fraco, vou me virando com uma serotoninazinha sintética e uns apertões em gatos. E seguimos.
No fundinho, bem no fundinho, tá meio ruim pra todo mundo. Mas a gente se vira, se esforça, se beija, se toca, se liga, se estressa, cirrose a galope. Eu escrevo textos debochados porque a minha sina é tergiversar. E isso me faz resgatar o fel maravilhoso que habita as entranhas do meu ser Almodóvar. Cada um na sua tentativa, na sua busca, na sua, no seu galho, hummm, um pôr…

Organização Secreta dos Gatinhos - OSG

Deve haver uma organização secreta tipo a do Bond, James Bond, só que dos gatinhos e das gatinhas - xs conhecidxs maquiavélicxs, insensíveis, apáticxs. Acho que elxs se reúnem, de tempos em tempos, em sessões discretíssimas e fora do alcance dxs donxs, para deliberarem acerca de suas potencialidades e se saírem com alguns planos cruéis:

- Eu acho que vou começar a dormir com as patas pra baixo, man... se eu fizer isso, logo logo, a minha humana comerá na minha mão. É uma desequilibrada completa... não pode sequer me ver ronronar.
- Hahaha! Bem pontuado, caro irmão felino, o tal ronronar é o nosso maior trunfo frente àqueles seres menores. Eu, seguidamente, faço umas carinhas fofas como se estivesse a imitar um bebê da espécie humana. É infalível, glorioso, sempre me saio magistralmente bem. 

Eles e elas vão dominar o mundo. Que bom.




*Uma das criaturas mais geniais, incríveis e inteligentes que já existiram no universo também achou prudente não subestimar e se aliou a eles. Sugiro rever…

Modernidade sólida com calda de chocolate

E aí, insuportáveis?


Fiquei sem internet quase um mês, logo, o abril que presenciam mostra-se mais sem graça que vocês compartilhando página Cifras. Mas vamos lá, tentemos mudar o retrospecto. O que me contam, além da mesmice de sempre? Eu tava pensando... a gente é a repetição da repetição da repetição da repetição da repetafff. Bom, isso o Lavoisier, o Chacrinha e o Steve Jobs - sim, pois o Jobs sabe de todos os mistérios da vida, segundo a rede - já disseram à exaustão que não se cria nada de muito novo no mundo, tudo é resto de outra coisa com roupagem de novidade. Só que, sabe... às vezes essa mesmice me prostra. Às vezes, ela dói mais que o usual. Eu tô doída, há certo tempo.  Fiquei sem internet quase um mês e, aproveitando a contingência cotidiana, resolvi abraçar a tentativa involuntária de desintoxicação virtual. Sem timelines, sem portais e seus comentários. Celular esquecido em um cômodo da casa - e o nirvana aparente. Notícias, só no papel diagramado, em meio a encartes …