Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

BRUNA - UM POEMA

BRUNA É TÃO ERRADA
QUE NO ULTRASSOM ERA MENINO
ATÉ QUE NASCEU AQUELA COISINHA CARECA
E LÁ FOI ELA SER GAUCHE NO DESTINO


ELA É BRUNA, BRUNA CASTRO
MAS NÃO É PRIMA DO FIDEL
EMBORA SIMPATIZE PRA CARALHINHO COM CUBA
E DETESTE GENERAL E CORONEL


BRUNA SABE USAR CRASE
MAS NÃO SABE VIVER
TEM UM CORAÇÃO MONGOLÃO
E COM FREQUÊNCIA QUER MORRER


BRU NÃO SAI COM GATINHO LIBERAL
ELA GOSTA É DE COMUNA
BRU É TÃO DO CONTRA
QUE COMUNA RIMA COM BRUNA


BRUNA É JORNALISTA
É CANHOTA E DESCOORDENADA
BRUNA TOMA PAROXETINA
PRA NÃO SE JOGAR DA SACADA


BRUNA NÃO SEPARA SUJEITO DE VERBO
BRUNA MANJA DO PORTUGUÊS
PORÉM ELA SABE QUE ISSO NÃO É PÁREO
PRA QUEM SABE CHUPAR A PICA DO FREGUÊS


BRUNA NÃO GOSTA DO BENTO GONÇALVES
NEM DO 20 DE SETEMBRO
BRUNA PREFERE TIRADENTES E ZUMBI DOS PALMARES
O 20 QUE ELA RESPEITA É O DE NOVEMBRO


NAQUELE DOCUMENTÁRIO DA FACUL SOBRE IDENTIDADE GAÚCHA
ELA CONSTANTEMENTE QUERIA VOMITAR
PORÉM AGUENTOU E DISTRIBUIU SORRISOS AMARELOS
AFINAL PRECISAVA PASSAR


BRUNA FAZ POEMINHAS PRA ALIVIAR A DOR

Marcos e Belutti - um passeio na Apollo 11

Como prometido, voltamos ao deboche para com estas criaturinhas que nadam no dinheiro, usam fivelas de ouro, além de pouco se foderem para a minha reles existência: os sertanejos.
Hoje, vamos queimar o domingo de manhã, digo, o Marcos e o Belutti - a propósito, quem raios se chama Belutti? Espero, de coração, que isso seja um apelido, um sobrenome, uma promessa, enfim, ninguém merece ser chamado disso de graça. Bom, sigam-me os desgostosos com essa cançãozinha do inferno.

Tá com voz de sono, foi mal se te acordei
Desligue e volte a dormir, depois me ligue aqui


(Menino do céu, tu tem que ter muito pouco amor à vida pra me ligar num domingo de manhã e ainda ter a pachorra de dizer pra ligar de volta. Assim? Na boa, cara, a mina trabalhou a semana inteira, estudou a semana inteira, sentou na pica do capital a semana inteira, ou seja, no domingo, ela quer DORMIR. Ela quer colocar o soninho dos justos em dia. Se você ama, deixe dormir. Não tem essa de ''quem ama cuida''. Quem…

A bicicletinha do Leônidas da Silva

Estava eu em uma rodinha feminina, dia desses, discutindo as delícias e agruras de ter 20 e poucos. Até que o assunto chegou nos relacionamentos, claro, porque isso é um carma que persegue todos nós. Papo vai, papo vem, questionei as moças sobre o que achavam de a mulher tomar a iniciativa em festas, por exemplo, estes lugares aonde vamos, a fim de tentar achar os amores de nossas vidas toda sexta-feira. Em questão de segundos, fui fuzilada com olhares de reprovação. Uma arrematou: ''ai, sabe, nisso eu sou antiga, não vou atrás deles''. Aí eu fiquei lá com uma cara de tacho, meio desconcertada da vida. Ok, tem outras rodas por aí.
Não que as meninas do recinto sejam um termômetro cabal de um pensamento conservador generalista quanto à ética do flerte na sociedade, mas, sabe, só euzinha lá perdida no meu argumento me fez pensar. Pra algumas, é quase um ultraje ter que puxar um papo que seja. E eu estou lindamente na contramão disso. Eu não puxo só papo, eu entrevisto me…

8 de março - uma nadadinha básica no chorume

O dia era o 8 de março, o fatídico. Muitos homens levaram suas mães, irmãs, namoradas, sogras, primas, whatever, para almoçar, lhe deram flores em alusão ao dia, enfim, muitas foram tratadas como rainhas no domingo - ainda que tenham que ter lavado a louça do dia e varrido a casa, claro. Como esses homens nos amam, não? É muito romantismo e cavalheirismo. Que lords esses moços! Eles, claro, frisaram que o parabéns era destinado somente às mulheres de verdade. Mulher de gabarito! Mulher que ''se dá o valor'', não essas aí. Mulher de verdade, não essas que saem a cada final de semana e tomam todas. Não essas que abortam ''os filhos''. Não essas que ousam sair com a roupa que quiserem e serem donas da própria vida. Não essas que têm um pinto e se intitulam mulher. Por favor, essas são caricaturas, essas não são mulheres de verdade. Blá, blá, a mesma bomba de chorume direitista e católica (Sorry, Franciscão, tu até é bem simpático mas tua igreja me dá nos n…

20 anos de Lendas da Paixão

Lendas da Paixão está fazendo 20 aninhos de lançamento, que amor. Reassisti a essa droga, há uns dias, e resolvi reportar, dada a data redondinha. Digo droga, porque é literalmente uma droga de efeitos perversos. Sempre que vejo fico meio atordoada, demoro dias para me recuperar, fico fantasiando aquela trilha maldita até abrindo a geladeira e pegando a margarina, e, como não deixaria de ser, vejo aparições de um cabeludo Tristan Ludlow em cada vão da casa. Em cada esquina, isso mesmo, Samuel Rosa, eu vejo seu olhar. Uma loucura. Esses épicos me arrebatam sempre, como que me tragando para um mar denso e confuso. O fato é que essa tal Hollywood não tem um pingo de condescendência com nós, os miolos moles, as almas vagabundas, os impressionáveis, os imbecis com boas intenções.
Bueno, a sinopse é sobre três irmãos que vivem com o pai, William Ludlow - que se separou da esposa quando estes eram crianças -, em um rancho afastado do oeste americano, mais precisamente em Montana, no início do…