quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Solitude

          Faça o que fizer, diga o que disser, ame quem amar, uma coisa é certa como dois e dois são quatro: você está sozinho nessa vida. Irremediavelmente, sozinho. Sozinho, só você e você. Você e seus pensamentos; Você e seus princípios; Você e suas memórias; Você e seu pé atrás; Você e seu quebra-cabeça; Você e seu jogo dos 7 erros; Você e seus livros; Você e seus ídolos; Você e sua verborragia medrosa; Só você entende.
          É muita pretensão da sua parte querer que os outros partilhem do que diz respeito só a você - essa solidão intrínseca que simplesmente acontece e chega sem pedir licença. Está latente em você. Em mim. Em todos nós. Isso é libertador, mas também amedronta. Cega. Enlouquece. É você pedindo ajuda a si mesmo e lutando contra você próprio, em uma competição silenciosa para ver qual metade desiste primeiro. Você pensa que é o único, mas pertence a um enorme time de solitários e péssimos jogadores. Você sabe que é assim. Eu também sei.

Nenhum comentário: